quinta-feira, 3 de agosto de 2017

Construa pontes, não muros! (Por Gesiel Oliveira)

É pequeno quem odeia todas as rosas porque uma a espetou. Desistir de todos os sonhos porque um deles não se realizou, é pequeno quem perde a fé em todas as orações porque em uma não foi atendida, quem desiste de todos os esforços porque um deles fracassou. É pequeno quem condena todas as amizades porque uma o traiu. Descrer de todo amor porque um deles foi infiel. Jogar fora todas as chances de ser feliz porque uma tentativa não deu certo. Escrever em redes sociais tudo o que quer sem prever as consequências. O inconsequente age de forma açodada no impulso do instinto pensando só no agora, mas o prudente age pensando no antes, no agora e no depois. Pensar antes de agir é sempre mais proveitoso que agir pra depois pensar. Cultive boas atitudes. É tão lamentável ser lembrado por nossos impulsos no ardor do momento. Construir um caráter digno é mais trabalhoso que destruí-lo na velocidade da atitude impensada. Querer mudar de igreja só porque uma pessoa falou de você, é ser pequeno. É pequeno quem esmorece diante de uma grande obra só porque alguém murmurou. É pequeno quem só admira a grama do vizinho e não trata da sua. O mesmo sol que amolece a cera é o mesmo que endurece o barro. Ou seja, use o calor das situações adversas da vida para fortalecer a sua fé e não para esmorecer diante das murmurações. É pequeno quem exige excessivamente do outro sem nada fazer. Quem exige perfeição no outro, esquecendo-se que está cheio de imperfeições. Normalmente quem mais costuma reclamar é quem menos se dispõem a ajudar. Lembre-se sempre que a gratidão é mais rara que a ingratidão, e que o reconhecimento e valorização normalmente revelam a grandeza e riqueza de alguns poucos corações iluminados e esvaziados de empáfia e murmuração emulativa. Espero que na nossa caminhada estejamos longes de assim agir. Lembrando que sempre há uma outra chance, uma outra amizade, um outro amor, uma nova força, uma nova oportunidade. Faça sem esperar, viva SEM MURMURAR, porque isso não resolve, não edifica, isso só constrói muros ao invés de pontes, e por fim revela um vazio de frustrações e infortúnios que contagiam quem está em nossa volta. Para todo fim, há sempre um recomeço. Para toda problema há sempre uma solução e o caminho não é a murmuração. Pr Gesiel Oliveira

Nenhum comentário :

Postar um comentário