sábado, 17 de junho de 2017

Conheça um pouco da história e atuação da Assembleia de Deus no Amapá. (Por Gesiel Oliveira).

A Assembleia de Deus no Amapá foi fundada em 27 de junho de 1917, resultado da ação indicada em 26 de junho de 1916 com a chegada do Missionário Clímaco Bueno Asa em terras Amapaenses. A Assembleia de Deus foi a primeira instituição a ter um registro público no cartório de Macapá com a inscrição de número 001. Essa instuição tem mais de 1500 templos em praticamente todas as vilas, comunidades, distritos e municípios do Amapá. Hoje conta com mais 185 mil membros. Essa igreja ao longe de um século tem desempenhando não só um importante papel espiritual, mas as suas ações alcançam uma forte atuação social. A Assembleia de Deus está completando um século pregando o evangelho do Senhor Jesus Cristo e fazendo obras sociais em terra tucujus. Suas igrejas estão estabelecidas nos mais distantes lugares e interiores onde nem mesmo a União, Estado ou município conseguiram alcançar. A Assembleia de Deus tem feito um importante trabalho recuperando cidadãos egressos de penitenciárias, grupos de risco social e viciados, reintegrando-os à sociedade como cidadãos de bem. Essa igreja tem fomentado a paz, união, respeito, fraternidade e princípios cristãos, criando com isso cidadãos côncios de seus direitos e deveres. Essa igreja faz um trabalho enorme restabelecendo lares desestruturados, recuperando drogados, e delinquentes, fortalecendo os laços familiares e atuando como importante barreira contra o esfacelamento e degradação familiar decorrente das mazelas sociais amapaenses. A presença da igreja inibe e diminui os índices de violência no nosso Estado, representando um forte aliado na diminuição dos gastos públicos com saúde, violência e educação. As festividade alusivas aí centenário da Assembleia de Deus no Amapá contam com um calendário oficial de eventos que se iniciou em junho e se estenderá até o final de outubro. A abertura oficial das festividades será no dia 27 de junho às 19h no sambódromo, e contará com a presença dos quatro maiores ministérios: AD A Pioneira, onde tudo começou (Pr Oton Miranda de Alencar), CEMEADAP (Pr Lucifrancis Barbosa Tavares), AD Zona Norte (Pr Dimas Leite Rabelo), AD Avivamento (Pr Ezer Belo das Chagas), além de outros 20 ministérios da Assembleia de Deus no Amapá. A igreja terá festividades e ações sociais em todos os 16 municípios do nosso Estado. As festividades serão em favor da própria população do Amapá, não só no plano espiritual como também no plano de alcance social levando casamentos comunitários, apoio jurídico, psicológico, corte de cabelo, oficinas, treinamentos, teatro, cântico, arte, história, letras, literatura, entretenimento e um infinidade de outras atividades de diversos ramos, além claro, da mensagem do evangelho, eventos que acontecerão simultaneamente aos festejos do centenário. A população Amapaense é convidada para participar desse grande evento e conhecer a dimensão dos trabalhos sociais e espirituais da Assembleia de Deus no nosso Amapá. #VivaOcentenário
#VidaLongaAAssembleiaDeDeus
#EuFaçoParteDaGeraçãoDoCentenário
[image_0



Nenhum comentário :

Postar um comentário